Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

"Operação Salama" já marcha em Moçambique

Em Moçambique já está nas ruas a operação Salama
Em Moçambique já está nas ruas a operação Salama RFI/Neidy Ribeiro

Em Moçambique já está nas ruas a operação Salama. A iniciativa das autoridades moçambicanas pretende combater a sinistralidade rodoviária, a imigração ilegal e reduzir o desembaraço aduaneiro e de pessoas nos postos de fronteira durante a quadra natalícia.

Publicidade

Em Moçambique já está em marcha a operação Salama. A iniciativa tem como objectivo garantir a ordem e segurança pública no país e junta diversas forças e especialidades da polícia, da defesa e dos serviços de migração e fronteira. " Garantir a ordem e segurança públicas nas principais vias susceptíveis de contrabando e imigração ilegal", explicou o director geral Aly Mallá.

As autoridades moçambicanas emitiram vinhetas de “livre-trânsito” para os condutores que cruzam as fronteiras do país para que não sejam fiscalizados muitas vezes. "Com esta medida queremos evitar que os automobilistas sejam sistematicamente fiscalizados", declarou o comandante geral da Polícia, Júlio Jane.

Os responsáveis pela segurança avançaram ainda que foi reforçado o efectivo policial e meios materiais para garantir uma quadra festiva tranquila. A operação Salama, que engloba toda a linha de fronteira de Moçambique com os países vizinhos, prolonga-se até 8 de Janeiro.

A sinistralidade nas estradas em Moçambique é um grave problema, principalmente durante a quadra festiva. Em 2015, segundo dados oficiais 35 pessoas morreram e 88 ficaram feridas em 39 acidentes de viação durante a quadra festiva.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.