Acesso ao principal conteúdo
Moçambique / Água

Moçambique aumenta restrições no fornecimento de água

Barragem dos Pequenos Libombos
Barragem dos Pequenos Libombos DR

A barragem dos Pequenos Libombos, que abastece água às cidades de Maputo e Matola, e a vila do Boane, está muito abaixo da reserva. Uma situação que obrigada ao aumento das restrições no fornecimento do precioso líquido, de acordo com recomendações do técnico do Instituto Nacional de Meteorologia INAM Acácio Tembe. Oiça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Moçambique.

Publicidade

Por causa da falta de chuvas e consequente redução histórica do nível hidrométrico da barragem dos Pequenos Libombos, o abastecimento a cerca de 3 milhões de pessoas é feita de forma condicionada desde finais do ano passado.

A Barragem dos Pequenos Libombos, construída no período de 1983 a 1987, a 50 km da cidade de Maputo, é a única fonte de água para a Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi (ETA). Esta Estação de Tratamento fornece água potável às cidades de Maputo e Matola, e também ao distrito de Boane.

Porém, a falta de chuva nos últimos dois anos, causou uma importante redução do caudal daquela albufeira, que levou as autoridades a implementar um importante programa de restrições, que agora terá de ser aumentado.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.