Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique celebra Páscoa com apelos à Paz

Armend NIMANI / AFP

A celebração da Páscoa em Moçambique está a ser marcada por apelos à continuidade das tréguas militares, ao entendimento político entre o governo liderado pela Frelimo e a Renamo, principal partido da oposição, bem como a necessidade do resgate de valores como a solidariedade e o amor ao próximo.

Publicidade

Os cristãos moçambicanos assinalam hoje o domingo de Páscoa que assinala a ressurreição de Cristo com apelos a continuidades das tréguas militares e ao entendimento entre o governo e a Renamo para o alcance de uma paz definitiva.

"A Páscoa inspira-nos a ter essa esperança de que depois da tristeza, angustia e deste sofrimento todo, A bonança virá, a calma virá e a Paz virá."

"Hoje estamos a falar de tréguas, da nossa liberdade está baseada em trégua. Não nos dispomos de uma liberdade total."

"Devemos saber perdoar, devemos saber amar o próximo, devemos saber aproximarmo-nos de todos aqueles que precisam de apoio."

Afirmações de crentes e líderes religiosos de diferentes congregações religiosas que participaram, da missa dominical em todo o país em oração a paz, a solidariedade e ao amor ao próximo como nos explica o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.