Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique : estradas com falta de manutenção

A estrada principal N1 em Moçambique
A estrada principal N1 em Moçambique JOHN WESSELS / AFP

A segunda reunião da Associação dos Fundos de Manutenção das Estradas de África (ARMFA) está a decorrer em Maputo. O problema do desgaste precoce das estradas da África Austral está no centro das atenções. Fundos públicos serão investidos para melhorar as estradas, sobretudo nas zonas rurais.

Publicidade

Decorre até amanhã, em Maputo, a reunião da Associação dos Fundos de Manutenção das Estradas de África (ARMFA). Conforme deu a conhecer o Presidente da associação, John Ali Ipinge, 40% das estradas construídas no território africano nos últimos 40 anos já não existem por falta de manutenção.

As estradas na região austral de África registam uma deterioração precoce por causa da circulação de viaturas com excesso de carga transportando minério, combustíveis, madeira e insumos agrícolas para fins comerciais.

O Ministro de Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Carlos Bonete, disse que o governo está a trabalhar no sentido de garantir um maior envolvimento do sector privado no financiamento da renovação das estradas em Moçambique, em particular nas zonas rurais.

O ministério vai investir, até ao fim do ano, uma fatia orçamental no valor de cinco mil milhões de meticais (83 milhões de dólares americanos), para a manutenção de rotina nas várias estradas do país.

A reunião da Associação dos Fundos de Manutenção de Estradas que tem como objectivo a troca de boas práticas e o reforço da parceria entre o sector público e privado termina amanhã.

Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.