Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: Escoltas militares em Mocímboa da Praia

Polícia moçambicana mobilizada para a vaga de tensão em curso.
Polícia moçambicana mobilizada para a vaga de tensão em curso. AFP

O ataque efectuado por um grupo de homens fortemente armados em Mocímboa da Praia, para tomar de assalto o comando distrital da polícia e que fez 16 mortos, já teve consequências. A polícia decidiu tomar medidas concretas com a introdução de escoltas militares.

Publicidade

Após os ataques da última quinta e as primeiras horas de sexta-feira, de um grupo de homens fortemente armados a vila de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado no norte de Moçambique, foram introduzidas escoltas militares.

A medida visa assegurar a movimentação de pessoas e bens em segurança ao mesmo tempo que no terreno diz a polícia está em marcha a operação de busca e captura que culminou já com a detenção de algumas pessoas mas que, negam o seu envolvimento nos ataques e qualquer ligação com o grupo.

Entretanto, segundo a polícia, do trabalho realizado foi já possível recuperar algumas armas de fogo, usadas nos ataques a três unidades da polícia na vila de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado fronteira com a República da Tanzânia.

Mais pormenores com o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.