Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: Fragilidade do sistema político

Imagem de Arquivo. Mesa de voto em Maputo.
Imagem de Arquivo. Mesa de voto em Maputo. Cristiana Soares

Em Moçambique a Comissão de Ética Pública considera que o sistema político vigente no país é fraco e não apresenta propostas consensuais no processo eleitoral. Uma situação que justifica os recorrentes conflitos antes, durante e pôs eleitoral.

Publicidade

O Estado moçambicano nunca conseguiu criar um modelo de Comissão Nacional de eleições capaz. Esta situação está por detrás dos sucessivos conflitos eleitorais no país justifica Alfredo Gamito, membro da Comissão Central de Ética Pública.

Ao rol de problemas juntam-se as constantes revisões da lei eleitoral, uma consequência do fraco sistema político vigente em Moçambique.

Alfredo Gamito, membro da Comissão Central de Ética Pública, abordou este tema, na capital moçambicana, durante um debate sobre gestão de conflitos eleitorais.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.