Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Natal em Moçambique

Cidade de Maputo à noite.
Cidade de Maputo à noite. DIF

Os Moçambicanos comemoram o Natal sob o signo da austeridade, devido à crise económica que o país enfrenta.

Publicidade

Em tempos de crise económica e pelo terceiro ano consecutivo para os moçambicanos, as festas de natal e de fim de ano são feitas sob o signo da austeridade. Iolanda Cintura, governadora da cidade de Maputo, a capital do país, reconhece que estes são tempos difíceis por isso apela à contenção.

O problema é ainda mais grave para a maioria dos cidadãos moçambicanos porque o que está a faltar é o dinheiro para usar nesta época de muito consumo.

Por ser um estado laico, em Mocambique o dia de natal perdeu grande parte do simbolismo religioso e foi declarado logo nos primeiros anos da independência como dia da família. Mesmo assim são esperadas para este período, a entrada através da fronteira de Ressano Garcia, de cerca de 500 mil pessoas entre estrangeiros e nacionais que trabalham e residem na vizinha África do Sul.

Mais pormenores com o nosso correspondente Orfeu Lisboa.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.