Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Profissionais de saúde cometem abusos nos hospitais moçambicanos

Pacientes mal-atendidos em hospitais de Moçambique. Na fotoc crianças sendo vacinadas.
Pacientes mal-atendidos em hospitais de Moçambique. Na fotoc crianças sendo vacinadas. UNICEFDR

Continua a chegar a hospitais em Moçambique, denúncias de maus-tratos, demora no atendimento e cobranças ilícitas de que são vítimas os pacientes. A direcção nacional da saúde já reagiu dizendo que profissionais com mau comportamento serão expulsos caso seja provado o seu envolvimento em actos de corrupção entre outros casos que violem a ética.  

Publicidade

O Ministério da Saúde reage assim a denúncias de mau atendimento que continuam a ocorrer nas diversas unidades sanitárias do país sob forma de cobranças ilícitas e demora na assistência aos pacientes.

O ministério vai tomar medidas contra profissionais que violam o código de conduta, revela o director nacional de Assistência médica, Ussene Isse.

"São muito poucos aqueles que atentem mal, cobram, tratem mal as pessoas. Isto não faz parte do Código de ética e deontologia. O nosso Código de Conduta, não permite este tipo de atitutes."

É que ao ministério da Saúde, continuam a chegar denúncias de maus-tratos, demora no atendimento e cobranças ilícitas de que são vítimas os pacientes.

Assim, o ministério moçambicano da Saúde, apela por isso, a sociedade a denunciar os abusos cometidos nos hospitais do país.

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.