Acesso ao principal conteúdo
Moçambique / Ematum

EMATUM : Trabalhadores exigem salários em atraso

EMATUM - Empresa Moçambicana de Atum
EMATUM - Empresa Moçambicana de Atum DR

Em Moçambique, os trabalhadores da empresa de atum EMATUM, uma das três empresas envolvidas na chamada dívida oculta, exigem do patronato o pagamento de salários em atraso desde Dezembro.

Publicidade

Os funcionários, devido aos barcos paralisados, temem pelo seu futuro profissional, e exigem ainda da direcção da empresa o pagamento do décimo terceiro mês de vencimento, e o subsídio de férias.

Os trabalhadores da EMATUM, uma das três empresas envolvidas na contracção da dívida oculta, estimada em pouco mais de dois mil milhões de dólares americanos, estão zangados com a direcção da empresa.

Os seus trabalhadores reivindicam o pagamento de salários em atraso, décimo terceiro mês, e subsídio de férias, como explicou um marinheiro, referindo que teme represálias, e  prefere não ser identificado.

Por seu turno, a Direcção da Empresa Moçambicana de Atum não reage, e o braço de ferro entre as partes acontece depois de, em Dezembro, ter sido anunciado em conferência de imprensa na capital moçambicana, que o empresário norte-americano e fundador da empresa Blackwater Security e líder da Frontier Services Group Erik Prince seria o novo investidor.

 Oiça aqui a crónica ea entrevista do correspondente da RFI em Moçambique, Orfeu Lisboa :

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.