Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique resgata 17 crianças em cativeiro

Pacientes mal-atendidos em hospitais de Moçambique.
Pacientes mal-atendidos em hospitais de Moçambique. UNICEFDR

Pelo menos 17 crianças que supostamente eram mantidas em cativeiro para fins religiosos, na casa de um pastor, foram resgatadas na cidade de Chimoio, no centro de Moçambique.

Publicidade

De acordo com a polícia, a operação decorreu na quinta-feira, mas trabalho continua pois informações apontam para a existência de mais crianças fora do convívio familiar desde Novembro.

A polícia moçambicana anunciou o resgate de 17 crianças entre os 09 e os 16 anos de idade de um cativeiro no bairro 1 de Maio na cidade de Chimoio na província de Manica, no centro do país.

Em conexão com o caso, as autoridades detiveram um pastor de uma seita religiosa que submetia a este grupo de crianças a estudos bíblicos desde Novembro do ano passado revelou o porta-voz da polícia em Manica, Mateus Mindu; "iremos associar até então de crime de cárcere privado". Diligências estão em curso para mais esclarecimentos porque dados avançam que ainda há mais crianças que estão fora do convívio familiar".

Contra o jovem pastor, Luís Gouveia Inroga cujo caso despoletou na última quinta-feira, garante a polícia foi já aberto um processo judicial como nos explica o nosso correspondente em Moçambique, Orfeu Lisboa.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.