Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: Greve de transportadores na Beira

Um colectivo em Maputo, capital de Moçambique.
Um colectivo em Maputo, capital de Moçambique. RFI/Cristiana Soares

Em Moçambique, operadores de transportadores semi-colectivos de passageiros paralizaram hoje a sua actividade. Reivindicam uma revisao da actual tarifa praticada na cidade da Beira, no centro de Mocambique.

Publicidade

Um grupo de transportadores semi-colectivos de passageiros paralizou as suas actividades na rota Macuti–Baixa, na cidade da Beira, no centro de Mocambique. Os mesmos exigem o reajustamento da tarifa praticada. "Nós hoje vamos continuar a paralizar. Se não resolverem a situação, sexta, sábado e domingo paralizaremos de novo", afirmou um dos transportadores.

A Associação dos Transportadores da Beira distancia-se desta acção. Já a Polícia Municipal, através do chefe das operações Manuel Gimo, considera a paralização, que se verifica desde as primeiras horas desta quinta-feira, ilegal.

Manuel Gimo afirmou nomeadamente que "se existe alguma inquietação, há procedimentos que devem ser seguidos. Agora, haver de repente uma manifestação... Isso já é vandalismo".

 Até ao momento, todas as tentativas para persuadir os transportadores a retomarem a actividade resultou num fracasso.

Confira aqui a crónica do nosso correspondente em Moçambique, Orfeu Lisboa, sobre o assunto. 

Crónica de Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Moçambique

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.