Acesso ao principal conteúdo
Moçambique / EMATUM

Moçambique : Barcos da Ematum vão fazer-se ao Mar

Barcos da EMATUM, uma das empresas envolvidas na dívida oculta de Moçambique.
Barcos da EMATUM, uma das empresas envolvidas na dívida oculta de Moçambique. Foto: Manuel Ribeiro/Global Voices

As embarcações da EMATUM, atracadas no porto de Maputo desde a sua aquisição envolta de polémica, podem operar ainda este ano. A informação foi avançada hoje, na capital moçambicana, pelo Primeiro - ministro Carlos Agostinho do Rosário.

Publicidade

Aos deputados das três bancadas na Assembleia da República, o Primeiro - ministro mocambicano garantiu que a inoperância das embarcações  adquiridas pela Ematum (uma das três empresas, a par da MAM e da PROINDICUS, envolvidas na contracção das dívidas ocultas estimadas em pouco mais de 2 mil milhões de dólares),  tem os dias contados.

Carlos Agostinho do Rosário assegurou ainda aos parlamentares que o seu executivo tudo está, e vai fazer, para trazer a dívida pública interna e externa de Mocambique para um nível sustentável. 

São garantias dadas pelo Primeiro - ministro, em nome do Executivo, que durante dois dias esteve no Parlamento a prestar informações sobre a Conta geral do Estado referente ao Exercício Económico 2016.

Oiça aqui a crónica de Orfeu Lisboa, e as palavras do Primeiro - ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.