Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Beira: transportes semi-colectivos aumentam para a semana

Cidade da Beira, centro de Moçambique
Cidade da Beira, centro de Moçambique RFI/Miguel Martins

A partir da próxima semana o preço dos transportes semi-colectivos de passageiros na cidade da Beira, centro de Moçambique, vai aumentar de 7 para 10 meticais dentro da urbe e de 15 para 24 fora da cidade.

Publicidade

Para travar a ameaça de greve geral convocada para esta terça-feira (17/04) pelos motoristas e proprietários, a Assembleia Municipal da cidade da Beira, no centro de Moçambique aprovou o agravamento da tarifa cuja proposta foi submetida ao orgão em Novembro de 2017 pela Associação dos Transportadores Semi-colectivos de Passageiros - ATABE.

O objectivo do movimento de greve tinha como objectivo protestar contra a tarifa praticada, que torna a actividade insustentável, devido ao aumentos dos preços dos combustíveis e dos acessórios para a manutenção das viaturas.

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo

Na primeira sessão extraordinária da Assembleia Municipal da Beira, realizada esta segunda-feira (16/04) foi aprovado o reajuste das tarifas urbanas, uma decisão aplaudida pela Associação dos Transportadores Semi-colectivos de Passageiros, que aceitou que os passageiros paguem apenas pela distância percorrida e não a totalidade do percurso do "chapa".

Julio Macie um dos dirigentes da ATABE afirma "estamos satisfeitos porque sabemos que as pessoas não podem...pagar...é por isso que criamos esta paragem intermediária".

A nova tarifa dos "chapas" na cidade da Beira, aumentará para preços mínimos de 10 meticais dentro da urbe e 24 fora da cidade, face aos anteriores 7 e 15 meticais (o equivalente a aumentos de cerca de 20 cêntimos de euro).

Esta nova tarifa viabilizada pelo voto unânime das bancadas do MDM maioritário e da Frelimo na Assembleia Municipal da Beira e entra em vigor já na próxima semana.

De recordar que em Fevereiro de 2017 o governo extinguiu pela segunda vez os Transportes Públicos na Beira acusados de gestão danosa e já extintos em Junho de 2015.

A 5 de Março aumentos de cerca de 30% entraram em vigor nos "chapas" que percorrem os municípios de Maputo e Matola.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.