Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique e Ruanda suprimem vistos e criam rota aérea

Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique.
Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique. THIERRY CHARLIER / AFP

O Presidente da Republica moçambicano, Filipe Nyusi, fez um balanço positivo da visita de dois dias ao Ruanda.

Publicidade

Dos acordos assinados pelo Presidente moçambicano e o homólogo Paul Kagame destaca-se a supressão de vistos de entrada para os dois países e a abertura da rota de transporte aéreo Ruanda-Maputo.

Os dois chefes de Estado confirmaram que estão criadas as condições para uma cooperação efectiva entre os dois países.

“Vai permitir que moçambicanos e ruandeses possam fluir mais negócios nessas áreas. Chegámos a conclusão que temos que aproximar mais as nossas realizações” destacou o chefe do Estado moçambicano.

Filipe Nyusi disse que a abertura de representações diplomáticas nos dois países poderá igualmente fortificar os laços de cooperação.

O responsável da diplomacia, José Pacheco, fez um balanço da visita e confirmou a assinatura de cinco acordos no âmbito da isenção de vistos nos passaportes diplomáticos, na área da ciência, tecnologia e ensino superior, na criação de uma comissão conjunta para assuntos políticos e diplomáticos e no transporte aéreo.

"Foi um momento de consolidação dos laços de amizade e solidariedade e cooperação bilateral. O componente económico teve um grande peso", frisou o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação moçambicano, em declarações recolhidas pelo nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.