Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"Moçambique quer sufocar comunicação social privada"

Áudio 08:37
Instituto de Comunicação Social da África Austral-Misa- Moçambique
Instituto de Comunicação Social da África Austral-Misa- Moçambique Facebook MISA

Em Moçambique entra em vigor este mês o decreto 40/2018 que impõe o pagamento de taxas "elevadas" aos jornalistas locais e estrangeiros para obterem a acreditação para trabalhar no país. A medida que está a ser fortemente criticada é vista como uma tentativa de limitar a liberdade de imprensa, a poucos meses das eleições. A directora do Gabinete de informação, Emília Moiane, diz que a introdução das taxas obedece às circunstâncias do mercado e à necessidade de impor disciplina no sector. Argumentos pouco válidos para Lázaro Mabunda, jornalista de investigação e oficial de programas no MISA em Moçambique, que denuncia uma tentativa de sufocar a comunicação social privada.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.