Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"Mabata Bata" de Sol e Carvalho ganha Prémios Imagem e Montagem no Fespaco

Áudio 33:32
Cartaz do filme "Mabata Bata" do realizador moçambicano Sol de Carvalho em competição no FESPACO 2019
Cartaz do filme "Mabata Bata" do realizador moçambicano Sol de Carvalho em competição no FESPACO 2019 PROMARTE

Terminou este sábado (2/02) em Ouagadougou, o FESPACO, o maior festival de cinema africano. Na competição desta edição figura apenas um filme lusófono "Mabata Bata" do realizador e produtor moçambicano Sol de Carvalho, que obteve os Prémios de Imagem e Montagem.Trata-se da adaptação do conto de Mia Couto "O dia em que explodiu Mabata Bata", que figura no livro Vozes Anoitecidas publicado em 1986 em plena guerra civil e que relata a história de Azarias, um orfão, cujo sonho era ir à escola, mas que não o podia fazer, por ser obrigado a guardar o gado, que serviria de "lobolo" ou dote para pagar o casamento do seu tio.Um dia Azarias vê o melhor boi da manada Mabata Bata, explodir ao pisar uma mina, o que fez fugir o resto do gado e com ele o lobolo !!!Com medo de represálias do tio, Azarias fugiu e o gado dispersou-se, a fantasia e a magia de "Mabata Bata" de Sol de Carvalho é o cunho particular que o cineasta dá à consulta dos espíritos e às cerimónias tradicionais, "enquanto há guerra não vai haver paz de espíritos" é a mensagem subliminar deste filme.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.