Acesso ao principal conteúdo
Moçambique / IDAI

Ciclone IDAI poderá ter causado um milhar de mortos em Moçambique

Passagem do ciclone Idai por Moçambique.
Passagem do ciclone Idai por Moçambique. AFP PHOTO / MISSION AVIATION FELLOWSHIP / RICK EMENAKET

Em Moçambique, o número de vítimas mortais poderia ultrapassar o milhar, segundo o Chefe de Estado, Filipe Nyusi, não obstante por ora as cifras oficiais se ficarem por 84 óbitos.

Publicidade

O chefe de estado moçambicano, Filipe Nyusi, anunciou, nesta segunda-feira, que na região centro do paísestão previstas mais de mil mortes, em consequência da passagem do ciclone IDAI, apesar da contagem oficial apontar - neste momento - para 84 óbitos.

Face a esta situação considerada catastrófica, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), está a mobilizar apoios financeiros para prestar assistência às vítimas das intempéries, como revelou o representante da organização em Moçambique, Marcoluigi Corsi.

O governo moçambicano, assegurou o chefe do Executivo, que já mobilizou meios aéreos e marítimos para resgatar quem ainda precisa, e para levar bens de primeira necessidade, principalmente produtos alimentares.

Oiça aqui a crónica de Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Maputo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.