Acesso ao principal conteúdo
MOÇAMBIQUE/PORTUGAL

Portugal: concerto solidário por Moçambique

Cartaz do concerto solidário na capital portuguesa por Moçambique.
Cartaz do concerto solidário na capital portuguesa por Moçambique. capitolio.pt

Em Portugal tem lugar esta noite na capital, no Capitólio, um concerto solidário com Moçambique juntando artistas portugueses e de várias latitudes lusófonas. O evento intitulado "Mão dada a Moçambique" é da autoria da artista moçambicana Selma Uamusse, radicada em Lisboa. A entrada de 20 euros reverte para oito organismos que intervêm junto dos sinistrados pelo ciclone Idai.

Publicidade

Até esta terça-feira tinham sido contabilizados 598 mortos na sequência da passagem em Moçambique do ciclone Idai a meados de Março.

A devastação deixada no centro de Moçambique levou a que a artista Selma Uamusse, radicada em Portugal desde 1988, a levasse a conceber um espectáculo solidário.

A entrada custa 20 euros; para além dessa tarifa foi implementada também o bilhete donativo, que pelo mesmo preço ou por 30 euros, sem participação no concerto, garante o financiamento desta operação solidária.

Um evento que conta com uma auditoria externa por forma a garantir a transparência da ajuda canalizada em prol de oito organismos que apoiam actualmente no terreno as populações necessitadas.

O cartaz abarca valores consagrados de várias latitudes lusófonas: de Moçambique, para além da organizadora, Selma Uamusse, marcam presença Costa Neto e Isabel Novela.

De Cabo Verde constam Sara Tavares e Dino D'Santiago, da vizinha Guiné-Bissau figura Carina Gomes e de São Tomé e Príncipe chega Anastácia Carvalho.

O país anfitrião, Portugal, é representado por valores consagrados do fado como Cristina Branco, Gisela João ou Ana Moura.

O vencedor do Festival Eurovisão de 2017, Salvador Sobral, bem como o representante luso na edição deste ano, Conan Osiris, constam do alinhamento.

Um cartaz que conta ainda com nomes conceituados como Rodrigo Leão (ex Madredeus) ou do rock alternativo como Benjamim, Senhoritas ou Noiserv.

Selma Uamusse conta que este leque heterogéneo de artistas prende-se muito com os seus relacionamentos de amizade que lhe testemunharam a sua solidariedade permitindo fácil e rapidamente constituir este cartaz.

Ouça aqui Selma Uamusse e as receitas deste concerto solidário na capital portuguesa, agendado para as 21 horas locais.

 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.