Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique/Dívidas: Ernesto Gove constituído arguido

Ernesto Gove constituído arguido no processo das dívidas ocultas.
Ernesto Gove constituído arguido no processo das dívidas ocultas. Reuters

Ernesto Gove foi constituído arguido no processo judicial sobre as chamadas dívidas ocultas. O ex-governador do Banco de Moçambique teria, alegadamente, autorizado os empréstimos contraídos à revelia do parlamento.

Publicidade

O Ministério Público de moçambique decidiu constituir Ernesto Gove arguido, após uma audição do ex-banqueiro realizada recentemente. A notícia foi avançada esta sexta-feira pelo semanário moçambicano Savana.

Ernesto Gove vem engrossar a lista de envolvidos no caso, que envolve 20 arguidos, entre eles Ndambi Guebuza, filho do antigo chefe de Estado Armando Guebuza, acusado de ter participado no esquema de contracção de 1.7 mil milhões de euros em dívidas que levaram os parceiros internacionais a suspenderem, em 2016, o apoio directo ao Orçamento Geral do Estado moçambicano.

Ernesto Gove, governador do Banco Central, à data da descoberta das dívidas ocultas, foi agora constituído arguido por ter sido uma das entidades que autorizou os empréstimos, a favor de três empresas do Estado (Proindicus, MAM e EMATUM).

Com a colaboração de Orféu Lisboa, correspondente em Maputo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.