Acesso ao principal conteúdo
Ciência

Moçambique: A vítima do aquecimento global

Áudio 05:44
Os habitantes caminham sobre uma estrada inundada, após a passagem do ciclone Kenneth em Pemba, 28 de Abril 2019.
Os habitantes caminham sobre uma estrada inundada, após a passagem do ciclone Kenneth em Pemba, 28 de Abril 2019. REUTERS/Mike Hutchings

Desde 2019, Moçambique foi fustigado por dois fenómenos tropicais. O ciclone Idai chegou em Março e deixou um rasto destruição na cidade da Beira, tendo provocado a morte a mais de 600 pessoas.Um mês depois,a província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, foi atingindo pelo ciclone Kenneth que fez, até ao momento, mais de 30 vítimas mortais. As autoridades já vieram dizer que o número de mortes pode vir a aumentar.Acácio Tembe, chefe do Departamento de Análise e Previsão do Instituto Nacional de Meteorologia de Moçambique, explica em que contextos ocorrem estes fenómenos tropicais.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.