Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: Autoridades preocupadas com ataques

Feira em Macomia, na província de Cabo Delgado. 11 de Junho de 2018.
Feira em Macomia, na província de Cabo Delgado. 11 de Junho de 2018. EMIDIO JOSINE / AFP

Em Moçambique, as autoridades continuam preocupadas com a persistência de ataques armados em Cabo Delgado. O Presidente da República e o ministro do interior prometeram acção.

Publicidade

Os ataques armados que continuam a ocorrer em alguns distritos na província de Cabo delgado continuam a preocupar o executivo.

Os assassinos, de forma esporádica, atacam pessoas indefesas e pilham os seus bens. Não descansaremos enquanto não destruturarmos completamente estes criminosos”, declarou o Presidente, Filipe Nyusi, este sábado, durante a graduação de oficiais de polícia na Academia de Ciências Policiais, em Maputo.

Falando em momentos separados e numa altura em que a polícia moçambicana comemora 44 anos, o ministro do Interior, Jaime Basílio Monteiro, garantiu combate cerrado aos criminosos.  

Temos consciência que eles têm o poder da arma. Nós também temos o poder da arma mas vamos persegui-los até ao seu reduto final”, declarou o ministro.

Entretanto, apesar do clima de insegurança que se vive na província de Cabo Delgado – com os ataques armados de insurgentes que provocaram desde Outubro de 2017 mais de 150 mortos - o executivo garante estarem criadas condições de segurança para a visita do papa Francisco em Setembro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.