Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Polícia moçambicana acusa garimpeiros de financiar grupos armados

Polícia moçambicana acusa garimpeiros de financiar grupos armados no norte do país
Polícia moçambicana acusa garimpeiros de financiar grupos armados no norte do país DR/André Koehne / Wikipédia

O comandante-geral da Polícia de Moçambique acusa garimpeiros ilegais de financiar os ataques armados no norte do país. Durante um encontro com a população do bairro de Mirige, em Montepuez, Bernardino Rafael sublinhou que os ataques armados no norte têm sido financiados por garimpeiros ilegais de pedras preciosas, em retaliação a acções das forças policiais e segurança. 

Publicidade

Os ataques armados no norte de Moçambique foram levados a cabo por garimpeiros de pedras preciosas, como retaliação a operações de repressão das forças de segurança, declarou ontem no bairro de Mirige, em Montepuez, o comandante-geral da Polícia da República de Moçambique, Bernardino Rafael.

"Foram esses que estavam como cabecilhas daqueles criminosos que pegavam a pedra preciosa nossa, rubi e outras pedras preciosas e iam entregar aos jovens que as carregavam para o litoral e depois levavam para fora do país", declarou o comandante-geral da Polícia, Bernardino Rafael.

As autoridades moçambicanas já tinham anunciado em dezembro de 2017 terem identificado cabecilhas do contrabando de pedras preciosas e ainda o mês passado, condenaram à prisão 37 dos 189 acusados de violência em Cabo Delgado. 

"Quando nós fizemos a operação contra o garimpo, viraram inimigos e cmeçaram a combater-nos. Nós temos que ser vigilantes para desmantelar, denunciar essas pessoas que transferem valores por m-pesa, aqui em Montepuez, para os malfeitores", acrescentou, Bernardino Rafael, no encontro com a população local.

O comandante-geral da Polícia de Moçambique, assegurou ainda, que é "só a partir do desmantelamento das cidades ou das vilas, podemos controlar, com a nossa vigilância, aqueles indivíduos que matam, assassinam, queimam residências dos moçambicanos".

Oiçamos, as declarações de Bernardino Rafael, comandante-geral da Polícia de Moçambique, recolhidas pelo nosso correspondente, Orfeu Lisboa, em reportagem no Montepuez, na província do Cabo Delgado.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.