Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Novo acordo de paz prestes a ser assinado em Moçambique

Áudio 10:09
O Presidente Filipe Nyusi esta Quarta-feira 31 de Julho durante o discurso no Parlamento em que anunciou a assinatura do Acordo de cessação das hostilidades amanhã.
O Presidente Filipe Nyusi esta Quarta-feira 31 de Julho durante o discurso no Parlamento em que anunciou a assinatura do Acordo de cessação das hostilidades amanhã. LUSA

Durante o seu discurso hoje sobre o estado da Nação, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, anunciou que amanhã vai rubricar juntamente com o líder da Renamo, Ossufo Momade, o acordo de cessação das hostilidades, um documento que prevê o fim formal do conflito entre as forças de defesa e segurança e os guerrilheiros da Renamo. Já esta semana, foi votada na Segunda-feira a lei de amnistia às pessoas envolvidas nas violências ocorridas durante a crise político-militar, sendo que também começou nestes dias o processo de entrega das armas por parte dos guerrilheiros da Renamo. Tanto de um lado como do outro, o novo passo a ser dado esta Quinta-feira é acolhido com esperança. Este é designadamente o estado de espírito de Caifadine Manasse, porta-voz da Frelimo no poder, bem como de António Muchanga, deputado da Renamo na oposição.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.