Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Nyusi lança projecto de gás natural liquefeito

Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique. 21 de Abril de 2016.
Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique. 21 de Abril de 2016. THIERRY CHARLIER / AFP

O presidente Filipe Nyusi lançou hoje a primeira pedra para a construção do projecto de gás natural liquefeito, em Cabo Delgado, no norte de Moçambique. O consórcio liderado pela multinacional norte-americana Anadarko vai criar mais de 40 mil postos de trabalho. 

Publicidade

O Chefe de Estado moçambicano lançou hoje o projecto de gás natural liquefeito, em Cabo Delgado, um consórcio liderado pela multinacional norte-americana Anadarko.

Filipe Nyusi anunciou que dos 13 milhões de toneladas, cerca de 11 já estão vendidas em contratos de médio e longo prazo. O projecto fica localizado na área onde a Anadarko e seus parceiros descobriram aproximadamente 75 triliões de pés cúbicos de gás natural recuperáveis na Área Offshore 1, bacia do Rovuma.

As projecções da Anadarko indicam que o início da exportação de gás natural deverá ocorrer nos finais de 2024 ou início de 2025.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, disse que o país vai entrar numa nova era de desenvolvimento económico com os investimentos no sector de gás natural. De acordo com as autoridades mais de 40 mil postos de trabalho directo serão criados pelas empresas envolvidas na produção de gás natural liquefeito e este recurso vai igualmente abastecer o mercado moçambicano, além de ser exportado.

Correspondência de Orfeu Lisboa

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.