Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"Inclusão é a chave" para a violência em Moçambique

Áudio 07:33
Eleições gerais em Moçambique prevista para 15 de Outubro
Eleições gerais em Moçambique prevista para 15 de Outubro facebook.com/CNE.STAE.Mocambique

Na próxima terça feira, quase 13 milhões de moçambicanos são chamados às urnas, nas eleições gerais de 15 de Outubro vão escolher o Presidente da República, dez assembleias provinciais e respectivos governadores, bem como 250 deputados da Assembleia da República.Nas eleições gerais de 2019, pela primeira vez os governadores vão ser eleitos, em vez de nomeados pelo Presidente da República.A campanha eleitoral termina amanhã e fica marcada por vários episódios de violências, mortes de militantes de partidos e ainda o assassínio de um observador eleitoral.Wilker Dias, docente de ciências políticas e relações internacionais na cidade da Beira, centro de Moçambique, ressalva que a chave para resolver a violência que assola o pais é a inclusão e começa por dizer que nos próximos cinco anos de governação os moçambicanos podem esperar mais do mesmo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.