Acesso ao principal conteúdo
França/Moçambique

França quer ajudar Moçambique

Maputo, capital moçambicana.
Maputo, capital moçambicana. GIANLUIGI GUERCIA / AFP

A França quer ajudar Moçambique no combate ao tráfico de drogas e à pesca ilegal. Para o efeito está atracada no porto de Maputo uma fragata da marinha francesa que durante quatro dias vai formar quadros da defesa para fazer face à situação e reforçar a troca de experiências.

Publicidade

O objectivo foi anunciado pelo embaixador da Franca em Moçambique, David Izzo, que considera que a marinha do seu país tem responsabilidades na prevenção e combate de práticas criminais que ocorram no Oceano Índico.

Por isso, uma embarcação da marinha francesa encontra-se atracada no porto de Maputo, para formar técnicos moçambicanos para melhor lidarem com estes fenómenos criminais explica o capitão de fragata, Carlos Cossa.

A acção de formação dos técnicos da marinha de guerra de Moçambique é de quatro dias, a bordo do navio da marinha de guerra da França, e acontece dias antes da visita do ministro dos negócios estrangeiros da Franca ao país.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.