Acesso ao principal conteúdo
Oriente Médio

Onda de violência faz mais oito mortos no Iraque

Nesta sexta-feira, ruas próximas à mesquita de Bakuba ficaram cobertas de corpos
Nesta sexta-feira, ruas próximas à mesquita de Bakuba ficaram cobertas de corpos REUTERS/Stringer

Depois de uma sexta-feira sangrenta em que quase 70 pessoas morreram em atentados a bomba contra sunitas por todo o Iraque, o sábado já registra oito mortos. No bairro de Rachid, ao sul de Bagdá, homens armados invadiram a casa do responsável administrativo da região, matando um de seus guardas. Na sequência, o grupo seguiu para a residência onde vivia o capitão de polícia Adnane al-Obaidi, que foi assassinado com sua mulher e dois filhos.

Publicidade

Próximo de Bassora, uma grande cidade portuária do sul, o Imã de uma mesquita foi assassinado a tiros. E, na província de Anbar, a oeste de Bagdá, dois membros de uma tribo sunita morreram em confronto com forças de segurança que tentavam prender Mohammed Khamis Abu Richa, procurado pela morte de cinco soldados.

Mohammed Khamis é sobrinho do sheik Ahmed Abu Rich, poderoso chefe tribal que apoia manifestantes sunitas anti-governo e que foi um dos principais líderes no combate à rede Al-Qaeda na província desde 2007. Logo depois das mortes dos dois membros da tribo, confirmadas pelo próprio Khamis, centenas de homens armados começaram a se reunir diante do quartel general do exército em Ramadi, principal base da província de Anbar.

O general Murdi al-Mahalawi, responsável pelo comando das operações em Anbar, declarou à imprensa que cinco policiais foram sequestrados na região. De acordo com o coronel da polícia Naif al-Chlaybaui são dez reféns.

A região de Anbar é o centro do movimento organizado há cinco meses pela minoria sunita do país, que acusa as autoridades de estigmatizar sua comunidade, fazer prisões aleatórias e taxar seus membros de terroristas. Diversas manifestações aconteceram nos últimos meses pelo país; algumas delas terminaram em violência.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.