Acesso ao principal conteúdo
Turquia/Protestos

Premiê turco manda evacuar à força bastião de manifestantes em Istambul

Manifestantes permanecem mobilizados na praça Taksim em Istambul neste sábado, 15 de junho de 2013.
Manifestantes permanecem mobilizados na praça Taksim em Istambul neste sábado, 15 de junho de 2013. REUTERS/Yannis Behrakis

A polícia turca evacuou na noite de sábado, 15 de junho de 2013, o parque Gezi em Istanbul, último bastião do movimento de protesto que agita o país há duas semanas. As forças da ordem usaram bombas de gas lacrimogênio para dispersar milhares de manifestantes.

Publicidade

Em um discurso pronunciado perto da capital Ankara, diante de milhares de partidários, o premiê Recep Tayyp Erdogan havia lançado neste sábado um ultimato aos ocupantes do parque, exigindo que deixassem o local até domingo.

Assim que a notícia da evacuação do parque se espalhou, dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas de Istambul e de Ankara pedindo a demissão do governo. Em Istambul, a polícia usou gás lacrimogênio e canhões de água para conter a multidão.

O que começou como um protesto contra um projeto de reforma urbana em Istanbul se tornou um vasto movimento de contestação política contra o governo muçulmano-conservador, no poder desde 2002.

O movimento pode ter prejudicado as chances de Istambul sediar as olimpiadas de 2020. Neste sábado os representantes da cidade e das duas outras concorrentes, Tóquio e Madri, apresentaram suas candidaturas ao Comitê Olímpico em Lausanne, na Suíça.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.