Acesso ao principal conteúdo
OMS/Câncer

Pesquisa da OMS reconhece que poluição pode causar câncer

A poluição atmosférica pode provocar câncer, segundo a OMS
A poluição atmosférica pode provocar câncer, segundo a OMS AFP PHOTO / MARIO LAPORTA

A poluição do ar que respiramos todos os dias nas grandes cidades é cancerígena, de acordo com um relatório divulgado nesta quinta-feira (17) pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a organização, esse ar contém uma mistura de substâncias que provocam a doença, e já é uma das principais causas do câncer.

Publicidade

De acordo com especialista Kurt Straif, do Centro Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (CIRC), "agora sabemos que a poluição do ar não é apenas um risco para a saúde em geral, mas também uma das principais causas das mortes por câncer", declarou.

De acordo com Christopher Wild, diretor do centro, a poluição atmosférica agora é considerada um fator cancerígeno para seres humanos.

As chamadas partículas finas, que podem ser detectadas na poluição, são as que trazem mais riscos, segundo dados no CIRC. Só em 2010, 223 mil pessoas morreram vítimas de um câncer de pulmão ligado à poluição.

Todas as pesquisas mostram que o risco de desenvolver um câncer aumentam nas pessoas expostas à poluição atmosférica.

Entre as principais causas deste aumento estão o transporte, a agricultura, além do aquecimento e dos equipamentos de cozinha das residências.

Por enquanto, ainda não foi possível estabelecer qual o grupo mais propenso a desenvolver a doença. Mas o risco aumenta em todas as categorias, já que o nível de exposição cresceu significativamente em algumas regiões do mundo, como a China por exemplo.

Ele também chama atenção para a necessidade de instaurar tais medidas de redução da poluição. As conclusões do estudo serão publicadas em detalhes no dia 24 de outubro no site The Lancet Oncology.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.