Acesso ao principal conteúdo
Sudão do Sul/Conflito

Exército sul-sudanês lança ofensiva contra rebeldes

Soldados do SPLA saltam de veículo neste sábado, 21 de dezembro de 2013, no Sul do Sudão.
Soldados do SPLA saltam de veículo neste sábado, 21 de dezembro de 2013, no Sul do Sudão. REUTERS/Goran Tomasevic

O exército do Sudão do Sul se prepara nesta segunda-feira para uma ofensiva maior contra as forças rebeldes do ex-vice-presidente sul-sudanês, Riek Machar.

Publicidade

Diante da situação que caminha para a guerra civil apenas dois anos e meio após a independência do país, a ONU alerta para a necessidade iminente de ajuda humanitária para milhares de pessoas na região.

Reforços do exército devem se dirigir à Bor, capital do estado de Jonglei, localizada a 200km ao norte da capital Juba, tomada na última semana pelos homens de Machar. Além de Bor, as mesmas tropas ocuparam Bentiu, capital do estado estratégico da Unidade, que controla a produção petrolífera nacional.

Nesta segunda-feira, o presidente sul-sudanês, Salva Kiir, acusou seu rival de mobilizar milícias da etnia Nuer, apelidada de o "exército branco" e conhecida por seus ataques contra comunidades durante a guerra civil envolvendo o norte e o sul do país de 1983 a 2005.

Há uma semana, o país vive intensos combates desde que Kiir acusou seu ex-vice-presidente, retirado em julho, de tentativa de golpe de Estado. Enquanto isso, Machar desmente a acusação e alega que Kiir pretende apenas eliminar seus rivais.

No último final de semana, uma delegação de ministros das relações exteriores de países africanos se encontraram com o atual presidente na capital. Já os Estados Unidos, desde o início da crise aumentam a pressão sobre o regime de Juba e sobre a rebelião. Para o presidente americano, Barack Obama, o país "está a beira do precipício".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.