Acesso ao principal conteúdo
Hackers/Piratagem

Hackers russos roubam 1,2 bilhão de senhas de sites de todo o mundo

Pirataria de hackers russos é a maior da história da internet, avalia New York Times.
Pirataria de hackers russos é a maior da história da internet, avalia New York Times. REUTERS/Kacper Pempel/Files

Um grupo de hackers russos roubou 1 bilhão e 200 milhões de senhas de empresas norte-americanas e outras instituições estrangeiras em todo o mundo. O anúncio foi feito pela sociedade de segurança Hold Security nesta quarta-feira (6), após sete meses de investigações.

Publicidade

Os piratas apelidados pela Hold Security de "CyberVor" obtiveram acesso aos códigos secretos de mais de 420 mil sites na internet e a mais de 500 milhões de contas de e-mail. Eles teriam obtido os dados iniciais no mercado negro, utilizando-os para acessar ilegalmente os sites e os correios eletrônicos.

“Com centenas de milhares de sites sendo atingidos, a lista conta com páginas de grandes e pequenas empresas de todo o mundo, além de sites pessoais”, ressalta a Hold Security.

Maior da história

Um dos motivos que facilitaria a pirataria seria a utilização de uma mesma senha várias vezes. Por isso, a recomendação da Hold Security é que os administradores dos sites verifiquem se não foram vítimas de uma falha no sistema conhecida como SQL (Structured Query Language).

De acordo com o jornal New York Times a invasão pode ser a maior da história da internet. O CyberVor seria integrado por pouco mais de 10 pessoas, todos jovens na faixa de 20 anos, que teriam efetuado as operações de uma região entre o Cazaquistão e a Mongólia.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.