Acesso ao principal conteúdo
Ebola/OMS

Ebola provocou 1.229 mortes, segundo novo balanço da OMS

Na entrada da sede da OMS em Abidjan, um cartaz com uma mensagem sobre a epidemia do Ebola.
Na entrada da sede da OMS em Abidjan, um cartaz com uma mensagem sobre a epidemia do Ebola. REUTERS/Luc Gnago

A epidemia de Ebola já deixou 1.229 mortos, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (19) ao publicar um novo balanço sobre a situação atual da doença. No documento, a organização confirma ainda a morte de mais 84 pessoas nos últimos três dias, apesar da mobilização internacional contra a propagação do vírus.

Publicidade

Entre os dias 14 e 16 de agosto, a OMS contabilizou mais 113 casos confirmados, prováveis ou suspeitos e mais 84 mortes nos países da África Ocidental atingidos pela doença. No total, a OMS já registrou 2.240 casos de vítimas do ebola, sendo 1.229 mortes.

A Libéria continua liderando o maior número de infectados com 834 casos registrados e 466 mortos. Na Guiné, onde teve início a epidemia, o novo balanço da OMS indica que já são 543 casos com 394 óbitos.

Também houve aumento de vítimas em Serra Leoa, que registra agora 848 casos e 365 mortes. Na Nigéria, país mais populoso da África, o número de infectados já chega a 15, mas não há vítimas fatais.

No dia 8 de agosto, a OMS decretou estado de emergência na saúde pública mundial devido a esta epidemia hemorrágica sem precedentes e anunciou uma série de recomendações aos países mais afetados.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.