Acesso ao principal conteúdo
Iraque/Violência

Forças iraquianas lançam ofensiva para livrar Tikrit dos jihadistas

Combatentes curdos avançam contra jihadistas no Iraque. 18 de agosto de 2014.
Combatentes curdos avançam contra jihadistas no Iraque. 18 de agosto de 2014. REUTERS/Youssef Boudlal

As forças iraquianas lançaram ofensivas em vários fronts, especialmente em Tikrit, no norte do país, nesta terça-feira (19) para combater os radicais do Exército Islâmico. O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados anunciou o início de uma vasta operação de ajuda humanitária a cerca de 500 mil pessoas no país.

Publicidade

A ofensiva começou na madrugada desta terça-feira a partir do sul e sudoeste de Tikrit, anunciou um alto responsável militar iraquiano. Por duas vezes o exército iraquiano, com a ajuda de milícias sunitas, tinha tentado retomar o controle desta cidade localizada a 160 km ao norte da capital.

Os rebeldes sunitas, liderados pelos jihadistas do Estado Islâmico, lançaram no dia 9 de junho uma ofensiva ao norte de Bagdá, que se estendeu no início de agosto em direção à região autônoma do Curdistão.

Mas nos últimos dez dias, forças curdas e governamentais, com o apoio da aviação americana, contra-atacam e já retomaram no domingo a barragem de Mossul. Essa perda representou o mais duro golpe até o momento para o Exército Islâmico.

Um dos responsáveis pelas forças curdas afirmou que os combates continuam nos arredores da barragem e os Estados Unidos mantêm os ataques aéreos. O presidente americano Barack Obama prometeu na segunda-feira (18) seguir com a estratégia de "longo prazo" para eliminar os radicais sunitas. Ele também reforçou seu apoio ao novo governo iraquiano que deverá ser formado pelo primeiro-ministro nomeado, Haidar al-Abadi.

Operação humanitária para meio milhão de pessoas

Nesta terça-feira, o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (HCR, na sigla em francês) anunciou a uma grande operação de ajuda humanitária no norte do Iraque para socorrer meio milhão de pessoas que deixaram suas casas devido à presença dos jihadistas.

"Diante da deterioração da situação no norte do Iraque, o HCR lança nesta semana uma de suas maiores operações de apoio para ajudar cerca de meio milhão de pessoas que foram forçadas a abandonar suas casas", declarou Adrian Edwards, porta-voz da organização baseada em Genebra. Esta importante operação, por vias aérea, marítima e rodoviária, vai começar na quarta-feira (20), informou Edwards.

Acusado de múltiplos crimes, entre eles execuções sumárias, estupros e perseguições, o Exército Islâmico proclamou no final de junho um "califato" em um território que controla no Iraque e na Síria. Diante do avanço rápido dos jihadistas, a comunidade internacional se mobilizou para enviar ajuda humanitária aos refugiados e armas para as forças curdas.

 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.