Acesso ao principal conteúdo
Ebola/Epidemia

Serra Leoa confina 1,2 milhão de habitantes contra Ebola

O presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma, anunciou novo isolamento forçado da população.
O presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma, anunciou novo isolamento forçado da população. Reuters/Thierry Gouegnon

Habitantes de Serra Leoa são novamente submetidos a confinamento para evitar a propagação da epidemia do Ebola. A medida entrou em vigor na noite de quarta-feira (24) e atinge cerca de 1,2 milhão de pessoas de três regiões do país, onde o vírus se alastra rapidamente.

Publicidade

O presidente leonês, Ernest Bai Koroma, anunciou o novo isolamento forçado da população ontem à noite, em pronunciamento na TV. Ele não deu um prazo para o fim da quarentena, decretando apenas seu início imediato.

Uma campanha de confinamento encerrada na semana passada durou três dias. Duas províncias do leste do país, Kenema e Kailahun, nas fronteiras da Guiné e da Libéria - país que é considerado o epicentro da epidemia - já estavam em quarentena desde agosto. Com a nova ordem governamental, mais de um terço dos seis milhões de habitantes de Serra Leoa estão proibidos de sair de casa. Eles só têm autorização de sair nas ruas para comprar água e comida.

Quase três mil mortos

Novo balanço da Organização Mundial da Saúde divulgado hoje aponta 2.917 mortes causadas pelo Ebola no oeste da África desde o início do ano. Ao todo, 6.243 casos da doença foram dignosticados. Segundo a OMS, a epidemia se agrava na Serra Leoa e na Libéria, mas dá sinais de estabilização na Guiné.

As organizações internacionais prometeram instalar 297 leitos hospitalares adicionais em Serra Leoa, mas o governo diz necessitar de 532 vagas nos hospitais. A Libéria dispõe atualmente de 315 leitos para os doentes, espera receber 440 suplementares, mas afirma precisar de outros 1.550 leitos.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.