Acesso ao principal conteúdo
Nigéria/atentado

Ataques a bomba matam mais de 120 e ferem 270 em mesquita na Nigéria

Local do atentado à Grande Mesquita de Kano, Nigéria.
Local do atentado à Grande Mesquita de Kano, Nigéria. REUTERS/Stringer

Pelo menos 120 pessoas perderam a vida e outras 270 ficaram feridas nesta sexta-feira (28), após a explosão de dois kamikazes em uma das mesquitas mais importantes da Nigéria. Homens armados também atiraram contra os fiéis da Grande Mesquita de Kano, maior cidade do norte do país, de maioria muçulmana. Os ataques aconteceram logo após o início das orações da sexta-feira.

Publicidade

A mesquita fica junto ao palácio do emir de Kano, Muhammad Sanusi II, segundo da hierarquia do clero muçulmano da Nigéria. Na semana passada, ele fez um apelo para que os civis se armassem contra os extremistas do grupo Boko Haram.

Horas antes, um outro ataque de bomba foi descoberto a tempo contra uma mesquita em Maiduguri (nordeste da Nigéria). Há cinco dias, na mesma cidade, duas mulheres detonaram explosivos que levavam junto ao corpo, matando 45 pessoas.

Segundo um porta-voz da polícia, os kamikazes acionaram seus explosivos em uma rápida sequência, assim que os atiradores abriram fogo contra pessoas que tentava fugir da mesquita. Ainda não há informações se os kamikazes eram homens ou mulheres. O porta-voz acrescentou que quatro dos atiradores foram mortos pela multidão. Testemunhas falam que eles tiveram os corpos incendiados.

Kano tem sido um alvo frequente do grupo Boko Haram. Os religiosos costumam estar entre as vítimas preferenciais. Em abril, os extremistas raptaram mais de 200 estudantes de um colégio católico em Chibok, Borno, no nordeste do país, um ato que gerou mobilização mundial.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.