Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido/Ebola

Enfermeira britânica contaminada pelo vírus Ebola está em estado crítico

Apesar das medidas de segurança, novos casos de Ebola são registrados todos os dias em Serra Leoa
Apesar das medidas de segurança, novos casos de Ebola são registrados todos os dias em Serra Leoa REUTERS/Baz Ratner

A enfermeira britânica contaminada pelo Ebola e hospitalizada em Londres na última terça-feira está em estado crítico. O anúncio foi feito neste sábado (3) pelos médicos do Royal Free Hospital, onde ela está internada desde terça-feira.

Publicidade

De acordo com um comunicado divulgado pelo estabelecimento, o estado de saúde de Pauline Cafferkey piorou nos últimos dois dias e ela está em estado "crítico". Ela foi contaminada em Serra Leoa, onde trabalhava como voluntária. Nos últimos dias, Pauline vinha sendo medicada com um tratamento antiviral experimental. Além disso, ela também recebeu plasma sanguíneo retirado de um paciente que sobreviveu à febre hemorrágica.

A britânica está recebendo o tratamento no mesmo hospital onde foi internada a enfermeira William Pooley, que também foi contaminada em Serra Leoa, mas venceu a doença e está curada. De acordo com o médico Michael Jacobs, que cuida da paciente, Pauline consegue ficar sentada, ler, comer um pouco e falar com sua família. "Os próximos dias serão decisivos", disse. "Seu estado pode piorar muito", declarou.

Diagnóstico foi confirmado na Escócia

Pauline Cafferkey, 39 anos, trabalhava para a ONG Save the Children no centro medico de Kerry Town, em Serra de Leoa, e voltou para o Reino Unido no domingo à noite. Ela foi diagnosticada em Glasgow, na Escócia, depois de sentir febre durante a noite. A enfermeira foi transferida na manhã desta terça-feira para o Royal Free Hospital.

As autoridades britânicas também anunciaram nesta sexta-feira ter encontrado os dados dos 71 passageiros do voo entre Londres e Glasgow, última etapa da viagem da enfermeira, que também fez uma correspondência em Casablanca, no Marrocos. Pauline Cafferkey pode embarcar no aeroporto de Heathrow depois das autoridades verificarem que ela não tinha febre. Sua temperatura foi tomada seis vezes, mas não apresentou alterações.

A epidemia de Ebola já deixou mais de 7800 mortos, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde).
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.