Acesso ao principal conteúdo
Nigéria/Terrorismo

Boko Haram invade base militar e povoados de pescadores na Nigéria

Casa incendiada após ataque de rebeldes do Boko Haram, no distrito de Gamboru Ngala, no extremo norte da Nigéria.
Casa incendiada após ataque de rebeldes do Boko Haram, no distrito de Gamboru Ngala, no extremo norte da Nigéria. AFP PHOTO/STRINGER

O grupo radical islâmico Boko Haram tomou neste domingo (4) o controle de uma base militar e de diversas localidades vizinhas no extremo norte da Nigéria, às margens do lago Chade, ao fim de sete horas de ataque armado. Segundo testemunhas, combatantes do Boko Haram invadiram vários vilarejos de pescadores, provocando o êxodo de centenas de habitantes.

Publicidade

O grupo armado invadiu os povoados de Kuayen Kuros, Mile 3, Mile 4, Doron Baga e Bundaram, assim como a cidade de Baga. Um número indeterminado de pescadores e suas famílias conseguiu fugir de barco pelo lago. O ataque, de extrema violência, teria durado sete horas. Casas foram incendiadas e pontos comerciais pilhados. Testemunhas que conseguiram fugir dizem que há vários mortos, mas as autoridades nigerianas ainda não divulgaram um balanço de vítimas.

O ataque representa mais uma provocação contra as tropas oficiais da Nigéria e do Chade, que patrulham a região para proteger a população dos extremistas. Não há informações se os soldados se encontravam na base militar no momento do ataque. Mas um morador de Baga disse à agência de notícias AFP, por telefone, que os combatentes obrigaram os soldados a abandonar o terreno militar.

Adolescentes sequestrados

Na noite do Ano Novo, o grupo Boko Haram sequestrou 40 adolescentes e jovens, na faixa etária de 10 a 23 anos, no povoado de Malari, a 20 km da floresta de Sambisa, na mesma região. A floresta é usada como esconderijo pelos extremistas.

Famílias relataram que os islamitas escolheram os rapazes um a um, enquanto pronunciavam um discurso religioso. As famílias acreditam que os jovens serão convertidos e usados como soldados pelo grupo extremista.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.