Acesso ao principal conteúdo
Saúde/Campanha

Alimentos insalubres estão na origem de 200 doenças, diz OMS

Cartaz da campanha da Organização Mundial da Saúde (OMS). A boa nutrição é um fator determinante para a garantia de boa saúde.
Cartaz da campanha da Organização Mundial da Saúde (OMS). A boa nutrição é um fator determinante para a garantia de boa saúde. paho.org

A Organização Mundial da Saúde (OMS) celebra o Dia Mundial da Saúde nesta terça-feira (7) com uma campanha de conscientização sobre a importância de uma alimentação de qualidade e segura. Segundo a agência da ONU, os alimentos insalubres estão hoje na origem de cerca de 200 doenças, que vão da diarreia ao câncer, e provocam 2 milhões de mortes por ano.

Publicidade

Os alimentos são a principal fonte de saúde do homem, mas hoje já se sabe que eles podem provocar várias doenças. A industrialização da cadeia alimentar − da produção ao comércio e à distribuição − favorece a contaminação dos produtos por bactérias, vírus, parasitas e outras substâncias químicas, como os agrotóxicos. A questão da contaminação da água pela poluição química nas plantações é um grande desafio para a segurança alimentar.

Segundo o químico André Cicolella, entrevistado por Michèle Diaz, especialista em saúde na RFI, estudos da OMS mostram que atualmente cerca de 18 milhões de mortes são provocadas por doenças metabólicas, como a diabetes, a obesidade e o excesso de peso. Essas doenças crônicas, ligadas à alimentação, matam mais do que as doenças infecciosas, que recuaram no mundo.

A campanha da OMS, baseada no slogan "Do campo à mesa: obtendo alimentos seguros", coloca governos, comunidades e consumidores em primeiro plano. Cada um pode se interessar pela origem dos alimentos e do que põe em seu prato, e respeitar princípios básicos, como cozinhar bem as carnes, lavar frutas e verduras com água limpa, a fim de evitar a ingestão de bactérias e parasitas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.