Acesso ao principal conteúdo
MH370

Ilha da Reunião : destroço encontrado pertence a Boeing 777

Investigadores franceses analisam o pedaço de asa de avião encontrado na Ilha da Reunião
Investigadores franceses analisam o pedaço de asa de avião encontrado na Ilha da Reunião REUTERS/Zinfos974/Prisca Bigot

Aumentam os indicadores em torno do desaparecimento do avião da Malaysia Airlines. Vice-ministro malaio dos Transportes, Abdul Aziz Kaprawi, disse que o número parcial inscrito nos fragmento encontrado esta quarta-feira, dia 29 de Julho, na Ilha da Reunião, no Oceano Índico, pertencia a um Boeing 777.

Publicidade

Foram encontrados destroços de um avião na Ilha da Reunião, nomeadamente, um pedaço de asa que indica o número 657BB. O Presidente da Associação de Pilotos Portugueses de Linha Aérea, Miguel Silveira, afirma que as peças do puzzle estão a juntar-se, e que a Boeing através da identificação dos componentes da asa encontrada poderá, facilmente, perceber se pertence ou não ao Boeing 777 - desaparecido há 16 meses.

Segundo Miguel Silveira "há uma suspeita que possa ser parte de uma asa pertencente ao MH370. Tudo o que possa surgir e que nos possa dar alguma pista é sempre um caminho feito em direcção a que conseguimos entender o que se passou nestes casos em que ficaram sempre algumas dúvidas, mas não há dúvida nenhuma : se a Boeing através do sistema de identificação dos componentes da própria asa, todos os componentes que são usados na construção de qualquer aeronave têm um tipo de bilhete de identidade único daquela peça - de modo que não será muito difícil nem complexo desde que a corrosão não tenha apagado estes códigos."

O voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu quando fazia a ligação ente Kuala Lumpur e Pequim, em Março de 2014 com 239 pessoas a bordo.

"Não será difícil para a Boeing dizer se isto era uma componente do HM370 ou não. Qualquer coisa que se possa provar; qualquer destroço, qualquer outro indício que possa surgir relativamente a isso vão-se revelando como peças de um puzzle que, no fim, nos dará a oportunidade de montar um puzzle que penso eu nunca será, como raramente é, um puzzle completo mas que nos dará grandes certezas no final do que possa ter acontecido", descreveu o Presidente da Associação de Pilotos Portugueses de Linha Aérea.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.