Acesso ao principal conteúdo
Venezuela / Colômbia

Aumento da tensão entre a Venezuela e a Colômbia

A Venezuela já expulsou mais de mil colombianos
A Venezuela já expulsou mais de mil colombianos DR

 A tensão entre a Venezuela e a Colômbia é palpável, e Bogotá recusa participar numa reunião extraordinária de ministros dos negócios estrangeiros para tratar da crise fronteiriça com a Venezuela, se a reunião não tiver lugar ainda esta semana, aunciou nesta terça-feira a chefe da diplomacia colombiana, María Ángela Holguín.

Publicidade

A crise entre Bogotá e Caracas começou em 19 de Agosto, com o fecho de alguns pontos fronteiriços pelo presidente Nicolás Maduro, depois de um ataque de desconhecidos a militares venezuelanos, que o governo da Venezuela atribuiu a "paramilitares colombianos".

Maduro decretou então o estado de excepção, reforçou a fronteira com mais de dois mil e quinhentos  militares, e ordenou a  expulsão de mais de mil colombianos, entre os quais centenas de menores. De visita ao Vietname, o Presidente da Venezuela denunciou esta segunda-feira um plano de conspiração contra si próprio, muito provávelmente com o aval do governo colombiano.

Miguel Barreto Henriques, Professor associado na Universidade de Bogotá Jorge Tadeo Lozano, explica os contornos históricos que servem de pano e fundo à actual crise entre a Venezuela e a Colômbia.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.