Acesso ao principal conteúdo
Cuba/Papa

Mensagem de Liberdade do Papa Francisco em Cuba

Papa Francisco, recebido este sábado, 19 de setembro, no aeroporto José Martí de Havana, pelo Presidente cubano, Raúl Castro.
Papa Francisco, recebido este sábado, 19 de setembro, no aeroporto José Martí de Havana, pelo Presidente cubano, Raúl Castro. AFP PHOTO / Yamil Lage

O Papa Francisco que chegou ontem, 19 de setembro, em Cuba, para uma visita, de 3 dias, com uma mensagem de liberdade e paz, ao povo cubano, viajando depois para os Estados unidos.

Publicidade

O Papa Francisco que chegou este sábado, a Cuba para uma visita visita oficial, de mais 3 dias, seguirá depois, para os Estados unidos.

Nos Estados Unidos, para além, duma visita oficial, fará igualmente um discurso, em Nova Iorque, perante a Assembleia geral da ONU. 

Em Cuba, é a sua primeira visita oficial, desde que assumiu as suas funções de Sumo Pontífice, na Cidade do Vaticano, em Roma, Itália.

O Papa Francisco, foi recebido, à sua chegada, no aeroporto José Martí de Havana, pelo Presidente cubano, Raúl Castro, pelas autoridades da Igreja Católica, altas personalidades do mundo político, sociedade civil e corpo diplomático, em Havana.

O Presidente cubano Raúl Castro, recebeu, aliás, o Papa Francisco, levando numa mão, a Encíclica papal, sobre o Clima, publicado, em junho, último.

Castro, levava, com ele, igualmente,   o discurso, que o Sumo Pontífice, fez, em julho, em Santa Cruz, na Bolívia, no qual criticava, duramente, o sistema económico vigente no mundo, apoiando, ainda, as reivindicações de Cuba, designadamente, o fim do bloqueio económico americano ou o retrocesso a Cuba, da base militar americana de Guantánamo. 

Mensagem de Liberdade e Paz

Mal pisou o solo cubano, fez um hino à liberdade dos cubanos, e felicitou o Presidente de Cuba, Raúl Castro, pela sua coragem, em reatar relações político-diplomáticas, com os Estados Unidos, sublinhando, que essas relações, devem continuar.

« Queremos renovar os laços de  cooperação e de amizade para que a Igreja continue a acompanhar e a encorajar o povo cubano nas suas esperanças e preocupações, na liberdade e com os meios, para levar a cabo a sua missão », declarou o Sumo Pontífice.

O Papa Francisco, prossegue, assim, o diálogo, iniciado, com o governo cubano, pelo Cardeal cubano, Ortega, da Igreja católica, em Cuba.

O Papa Francisco, que é o terceiro Santo Padre, da Catedral de S. Pedro, a visitar Cuba, nos últimos 20 anos, saúdou, todos os cubanos, onde quer que estejam, no país ou na diáspora, uma referência implícita, aos cubanos, contra o regime de Fidel Castro, que tiveram que se refugiar, em Miami, nos Estados Unidos.

Tudo indicava, que o Papa Francisco, que visitará outras cidades cubanas, teria, este domingo, um encontro, a sós, com o ex-Presidente Fidel Castro, muito doente, há vários anos, razão pela qual, passou as rédeas do poder, para o irmão, Raúl Castro.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.