Acesso ao principal conteúdo
FRANÇA

Estado Islâmico reivindica atentados de Paris

Junto ao Bataclan, velas com as cores da bandeira francesa prestam homenagem às vítimas.
Junto ao Bataclan, velas com as cores da bandeira francesa prestam homenagem às vítimas. REUTERS/Pascal Rossignol

O grupo autodenominado Estado Islâmico reivindicou hoje os atentados da noite passada que mataram pelo menos 128 pessoas num comunicado publicado na internet. "Oito irmãos com cintos explosivos e armados com espingardas de assalto visaram locais criteriosamente definidos no coração de Paris" indica o comunicado.

Publicidade

"Que a França e os demais que seguem o seu caminho saibam que hão-de ser alvos privilegiados do Estado Islâmico", acrescenta a organização extremista sunita.

Segundo o comunicado os ataques de Paris seriam uma resposta aos "bombardeamentos dos muçulmanos na terra do califado", termo utilizado para designar as regiões da Síria e do Iraque controladas pela organização também conhecida pelas designações Daech ou ISIS.

A França leva a cabo ataques militares contra os jihadistas de Daech nesses dois países, no âmbito de uma coligação internacional.

Ainda antes desta reivindicação o presidente francês François Hollande acusara aquele grupo terrorista de ter cometido um acto de guerra em Paris.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.