Acesso ao principal conteúdo

COP 21: adoptado esboço de acordo para limitar aquecimento do planeta

Samuel Mondlane, da ong moçambicana Justiça Ambiental
Samuel Mondlane, da ong moçambicana Justiça Ambiental Miguel Martins

Projecto de acordo sobre limite até dois graus centígrados do aumento da temperatura do planeta até ao final do século, foi adoptado este sábado pelos representantes dos 195 países presentes na COP 21, os respectivos ministros do ambiente começam a analisá-lo a partir de segunda-feira.

Publicidade

A partir de segunda-feira começará a maratona de reuniões dos ministros do ambiente para limar as muitas arestas do projecto de acordo entregue hoje e assim evitar o fracasso da cimeira de Copenhaga.

O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius, que preside a COP21, já avisou que há que obter um acordo antes do encerramento da conferência, agendado para a noite de sexta-feira (11/12).

Crónica de Miguel Martins, enviado especial à COP21

Um dos pontos mais estratégicos prende-se com o financiamento aos países menos desenvolvidos, os mais afectados pelas alterações climáticas.

De acordo com a ong Greenpeace ficaria assente o abandono das energias fósseis, mas sem uma data certa para tal meta.

Hoje o dia foi de acção (Action day) com as organizações não governamentais a apelarem a acções concretas para por cobro a um aquecimento planetário tido como insustentável.

 

Entrevistado pelo nosso enviado espcial à COP21 Miguel Martins, Samuel Mondlane, da ong moçambicana Justiça Ambiental, realça a importância deste evento, tido como

Samuel Mondlane, da ONG moçambicana Justiça Ambiental

decisivo para salvar o planeta e firma que "nós os seres humanos é que criamos este problema, portanto nós os seres humanos é que temos que arranjar a solução para este problema".

O activista ecológico Samuel Mondlane defende ainda que "os países desenvolvidos têm que reconhecer a sua responsabilidade histórica, têm que pagar a dívida climática, porque em parte nós também temos o direito de desenvolver...mas a questão hoje em dia é  que modelo (de desenvolvimento) é que nós queremos seguir".

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.