Acesso ao principal conteúdo

Brasil: Lula nomeado para chefia do governo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva REUTERS/Ricardo Moraes/Files

Já é oficial, o antigo presidente brasileiro Lula da Silva vai assumir a Casa Civil no governo de Dilma Rousseff. A presidência confirmou esta tarde a nomeação em comunicado oficial.

Publicidade

A tomada de posse como chefe da Casa Civil, função similar à de primeiro-ministro, deverá ter lugar na próxima terça-feira, indicou o actual chefe da Casa Civil, Jacques Wagner, que deverá assumir o cargo de chefe de gabinete de Dilma.

Lula estende mão a Dilma e Dilma estende a mão a Lula

Desde logo, Lula terá como principal missão a de evitar a destituição da presidente. Para tal terá de usar o seu carisma e peso político para reaproximar o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), principal aliado no governo. Lula será o articulador do governo e a sua nomeação poderá ser acompanhada de uma remodelação governamental com o regresso de ministros durante a sua presidência entre 2003 e 2010.

Com o país afundado nos segundo ano de recessão, a figura do sucesso económico-social brasileiro exigiu uma viragem política que poderá até chegar ao banco central com a redução da taxa de juro para estimular a economia e a venda de reservas internacionais. O governador Alexandre Tombini não estaria disposto a seguir essa viragem e poderá deixar o cargo.

Mas com a entrada no governo, Lula reduz a pressão judicial de que era alvo por suspeitas de corrupção e de lavagem de dinheiro. A investigação no âmbito da operação Lava Jato já não será da responsabilidade do juiz Sérgio Moro e passará para o Supremo Tribunal Federal.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.