Acesso ao principal conteúdo
Política /Reino Unido

Campanha para o Brexit começa

O  Primeiro-Ministro britânico, David Cameron. 09 de Abril de 2016
O Primeiro-Ministro britânico, David Cameron. 09 de Abril de 2016 REUTERS

A dez semanas da organização do referendo que decidirá a permanência ou não do Reino Unido no seio da União Europeia , os protagonistas do "Vote leave", favoráveis à saída do país do bloco europeu e os que defendem a continuidade no seio da Europa (The In Campaign ") iniciaram nesta sexta-feira a campanha que culminará com o escrutínio do dia 23 de Junho.

Publicidade

Segundo o professor Francisco Bettencourt do King's College de Londres, há pelo menos duas questões fundamentais que determinam a vontade britânica de pôr um termo aos seus laços com a Comissão de Bruxelas.

A primeira prende-se com a vontade britânica de assumir a sua autonomia nacional e a outra relaciona-se com o desejo de se emancipar das regras económicas vigentes na União Europeia, o que poderia signficar um retrocesso social.

  Antes do referendo do dia 23 de Junho, no qual os britânicos decidirão se desejam ou não continuar a ser parte integrante da União Europeia .

Este primeiro referendo sobre a Europa ,no Reino Unido , desde 1975, inquieta os círculos económicos e os dirigentes do mundo inteiro.

David Cameron que segundo os analistas prometeu o referendo a população britânica para essencialmente satisfazer os eurocépticos do seu Partido Conservador, colocará em jogo o seu lugar na história política do reino Unido.

 A campanha para o referendo sobre o Brexit, que teve início nesta sexta-feira ,não só determinará o futuro do Reino Unido, mas também o da Europa ,com consequências para a economia mundial.

Em Washington, o Presidente Barack Obama que visitará o Reino Unido na próxima semana considera que a permanência dos britânicos no seio da União Europeia é a melhor opção.

Segundo o investigador e professor do King's College de Londres, Francisco Bettencourt, uma das razões que leva o Reino Unido a tentar desvincular-se da União Europeia, é o desejo de querer assumir uma autonomia real ou idealizada, que terá consequências internas e externas para o futuro do país em termos económicos e sociais.

Francisco Bettencourt 15.04.2016

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.