Acesso ao principal conteúdo
França / Reino Unido

Franceses e britânicos recordam os 100 anos da batalha de Somme

O presidente francês, o primeiro-ministro britânico e a família real inglesa no local das comemorações neste dia 1 de Julho.
O presidente francês, o primeiro-ministro britânico e a família real inglesa no local das comemorações neste dia 1 de Julho. REUTERS/Philippe Wojazer

Franceses e britânicos comemoraram esta tarde na necrópole de Thiepval no norte de França, a batalha de Somme, um momento particularmente simbólico, sem discursos, mas com a leitura por vários intervenientes incluindo o presidente francês e o primeiro-ministro britânico de testemunhos sobre uma das mais terríveis batalhas da Primeira Guerra Mundial em que franceses e britânicos combateram lado a lado contra o adversário da época, os alemães, entre Julho e Novembro de 1916. Meses de combates que terão causado 1.200.000 mortos.

Publicidade

Um século depois, o presidente francês e alguns dos seus ministros, nomeadamente o ministro da defesa, recordou esse momento juntamente com o ainda chefe do governo britânico e membros da família real inglesa, designadamente o príncipe Carlos. Desta cerimónia, não esteve evidentemente ausente a sombra do "Brexit" votado há uma semana.

Apesar de este assunto não constar da agenda das comemorações foi evocado à margem da cerimónia por François Hollande que sublinhou os elos profundos que existem entre o seu país e o Reino Unido, uma mensagem que soa como uma pequena trégua entre a Grã-Bretanha e o resto da União Europeia cujos líderes têm apelado o Reino Unido a encetar um divórcio rápido. Contudo, o presidente francês não deixou igualmente de referir que o Reino Unido não pode nem adiar nem cancelar a sua saída da União Europeia.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.