Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido

Demissão de um dos principais instigadores do "Brexit"

Nigel Farage anunciou hoje a demissão da liderança do UKIP
Nigel Farage anunciou hoje a demissão da liderança do UKIP REUTERS/Phil Noble

Nigel Farage, um dos principais instigadores do voto a favor da saída da Grã-Bretanha da União Europeia, anunciou hoje que iria demitir-se das suas funções de presidente do movimento xenófobo e eurocéptico UKIP, considerando ter "cumprido a sua parte" ao alcançar a vitória do "Brexit" no referendo sobre a posição desse país no seio da União Europeia no passado dia 23 de Junho.  

Publicidade

"Nunca quis ser um político de carreira. Ao entrar na política, o meu objectivo era fazer sair a Grã-Bretanha da União Europeia" declarou hoje o líder do UKIP acrescentando "Durante a minha campanha eu disse que pretendia recupera o meu país. O que digo hoje é que quero recuperar a minha vida". O ainda dirigente desta formação anti-imigração que ele fundou em 1993 não pretende contudo afastar-se completamente do microcosmo político, tendo garantido que vai seguir com atenção as negociações em torno da saída do Reino Unido da União Europeia.

Com esta saída de cena de Nigel Farage, fica cada vez mais em aberto quem serão os líderes políticos do Reino Unido pós-Brexit. No campo conservador, sobressai por enquanto a ministra do interior Theresa May entre os 5 candidatos à corrida para a sucessão do primeiro-ministro demissionário David Cameron. No campo trabalhista, na oposição, o líder do Labour, Jeremy Corbyn, é colocado em questão por um número crescente de militantes, tendo havido apelos para a sua demissão.

Para José Reis, professor de economia na Universidade de Coimbra e especialista da integração europeia, embora o resultado do referendo seja claro, os motivos que levaram à vitória do "Brexit" são menos facilmente identificáveis. Neste sentido, para este analista, a demissão de Nigel Farage ilustra também a dificuldade do Reino Unido em lidar com o resultado do referendo.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.