Acesso ao principal conteúdo
Politica/Estados Unidos

Bernie Sanders apoia Hillary Clinton

Bernie Sander apoia Hillary Clinton neste dia 12 de julho na corrida para as presidenciais durante um comício em Portsmouth.
Bernie Sander apoia Hillary Clinton neste dia 12 de julho na corrida para as presidenciais durante um comício em Portsmouth. REUTERS/Brian Snyder

O democrata Bernie Sanders decidiu reconciliar-se com Hillary Clinton, ao declarar oficialmente o seu apoio à campanha presidencial da ex-Secretária de Estado, duas semanas antes da convenção democrata que deverá nomear a senhora Clinton.

Publicidade

Na sua declaração de apoio oficial à candidatura de Hillary Clinton,o seu adversário nas primárias sublinhou que fará o melhor possível para que a antiga Secretária de Estado americano, possa tornar-se o próximo Presidente dos Estados Unidos da América. 

Mais de 12 milhões de americanos tinham votado por Bernie Sanders, durante as primárias democratas. No decurso das primárias, Sanders denunciou o sistema financeiro encarnado pela Wall Street e as desigualdades crescentes nos Estados Unidos.

Hillary Clinton arrecadou 15,8 milhões de sufrágios. No mês de Abril, Bernie Sanders tinha afirmado que Hillary Clinton não era competente para ser Presidente dos Estados Unidos.

Na terça-feira, Sanders declarou que a senhora Clinton poderá vir a ser uma presidente extraordinária, mas que a revolução política que ele defendeu durante a sua campanha para as primárias deve continuar. A troca de mensagens entre Bernie Sanders e Hillary Clinton resumiu-se à uma estrita cordialidade. 

Hillary Clinton venceu as primárias no início do mês de Junho e somente trinta e cinco dias depois beneficiou do apoio oficial de Bernie Sanders, actualmente com 74 anos, e cujas propostas políticas seduziram milhões de americanos.

Os colaboradores de Sanders saudaram nomeadamente a rectificação do programa de Hillary Clinton, no respeitante ao salário mínimo nos Estados Unidos, que subirá aos 15 dólares e será indexado à inflacção".

Oiçamos a análise  de Leonardo Silva.

Este apoio de Bernie Sanders, a Hillary Clinton já era esperado, declarou à RFI, o advogado, José Macedo, em Cambridge, no Estado de Massachusetts, que comenta igualmente a situação de violência racial, nos Estados Unidos.

 

 

 

 

 

 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.