Acesso ao principal conteúdo
Poítica/França

Atentado de Nice : perfil do terrorista

Mohamed Lahouaiej-Bouhlel
Mohamed Lahouaiej-Bouhlel Polícia Francesa / AFP

Os jiadistas do autodenominado Estado Islâmico reivindicaram neste sábado o atentado cometido em Nice, afirmando que o autor , Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, era um militante que tinha respondido aos apelos do Daech. As investigações policiais feitas até a data, não apontam com exactidão para laços entre Lahouaiej-Bouhlel e a milícia islamita emergida no Iraque em 2013.

Publicidade

                                                   
Prossegue o inquérito de polícia sobre as motivações que levaram Mohamed Lahouaiej-Bouhlel a cometer o atentado no dia 14 de Julho em Nice. O ataque que provocou a morte de várias dezenas de pessoas, foi reivindicado mais uma vez pelos jiadiastas do Daech. Estes afirmam que o tunisino era um militante jiadista.

 Segundo o ministro do interior francês, Bernard Cazeneuve , o autor do atentado,motorista de entregas profissional de 31 anos de idade , parece ter passado por um rápido processo de radicalização. O dirigente francês considerou que o acto terrorista de Lahouaiej-Bouhlel revela um novo tipo de atentado, cometido por indivíduos sensíveis à propaganda do Daech.

 Nesta fase do inquérito policial não foi possível determinar se Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, tido como instável e nada religioso, estava directamente ligado à um grupo radical. Fontes policiais francesas afirmam que Lahouaiej-Bouhlel relacionava-se com pessoas ,que por seu turno tinham contactos com islamitas radicais.

 A sua ex-esposa,com quem o autor do atentado teve três filhos, e quatro indivíduos próximos de Lahouaiej-Bouhlel, estão actualmente sob custódia da polícia para interrogatório. Os investigadores esperam saber mais sobre as motivações que levaram Lahouaiej-Bouhlel a cometer o atentado com um camião pesado, após consultarem o material informático e o telemóvel apreendido em moradas por ele frequentadas.

 Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, que no momento do ataque dispunha apenas de uma pistola de calibre 7.65mm com a qual disparou contra os polícias, estava a divorciar-se e era considerado violento e solitário pelos seus antigos vizinhos. Contráriamente aos muçulmanos, Lahouaiej-Bouhlel comia carne de porco,proibida pela sua religião, por não se considerar muçulmano. Pessoas que o conheciam afirmam igualmente que Mohamed Lahouaiej-Bouhlel era amador de salsa e de mulheres lindas. De acordo com o seu pai, ele tinha passado por um período de depressão no início da década de 2000.

 Mohamed Lahouaiej-Bouhlel tinha alugado três dias antes o camião com o qual cometeu no dia 14 de Julho à noite, o atentado no famoso Passeio dos Ingleses( Promenade des Anglais) , da cidade de Nice, situada no sul da França e conhecida mundialmente como a capital da "French Riviera".

          

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.