Acesso ao principal conteúdo
Síria

Síria: rebeldes impedem civis de saírem de Alepo

Forças governamentais patrulham bairro de al-Khalidiya em Alepo. 28/07/16
Forças governamentais patrulham bairro de al-Khalidiya em Alepo. 28/07/16 GEORGES OURFALIAN / AFP

Não está por enquanto a surtir o efeito desejado a abertura por Damasco de corredores humaniários que permitam à população a saída dos sectores de Alepo controlados pelos rebeldes e cercados pelas forças governametais.

Publicidade

Pouco mais de uma dezena de pessoas pôde sair dos sectores "rebeldes" da segunda cidade síria esta sexta-feira. Os insurgentes impediram que a população acedesse aos corredores humanitários abertos pelas autoridades governamentais sírias e anunciados esta quinta-feira pelo seu aliado russo.

"Uma dezena de pessoas pôde sair através de um dos corredores a partir do bairro de Boustane al-Qasr" afirmou o director do Observatório Sírio dos Direitos Humanos Rami Abdel Rahmane acrescentando que "os que grupos rebeldes reforçaram de seguida as medidas de controlo nestes corredores impedindo os habitantes de se aproximarem deles".

Damasco procura esvaziar os bairros de Alepo sob controlo rebelde, que albergam cerca de 250 mil pessoas, para poder mais facilmente voltar a assumir o controlo completo desta cidade que tem sido o mais importante foco de rebelião.

Ouça a Crónica sobre a Síria.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.